BOMBEIROS INTENSIFICAM O COMBATE A FOCOS DE INCÊNDIOS NO CARIRI

O CORPO DE BOMBEIROS MILITARES VEM INTENSIFICANDO NOS ÚLTIMOS DIAS O COMBATE A FOCOS DE INCÊNDIOS NA REGIÃO DO CARIRI.

BOMBEIROS INTENSIFICAM O COMBATE A FOCOS DE INCÊNDIOS NO CARIRI
Bombeiros combatem incêndio no Arajara.

Em Crato pelo menos três incêndios em pontos distintos foram registrados na tarde da segunda-feira (28). De acordo com o Sargento Roberto Bento, comandante da guarnição que atendeu as ocorrências, a suspeita é de que a temperatura alta tenha causado combustão e em seguida, as chamas. Os incêndios ocorreram em região de mata seca, sendo o primeiro próximo a uma estrada que liga a Juazeiro do Norte, a uma localidade no caminho do Distrito de Arajara, em Barbalha, em um terreno próximo às residências no bairro Vila Alta e o último no bairro Pantanal. Em Aurora, o Corpo de Bombeiros de Juazeiro do Norte trabalha no combate a um incêndio que já dura sete dias na zona rural do município. Segundo a corporação, ainda não é possível mensurar o tamanho da área afetada. As causas do incêndio ainda não foram identificadas. Cerca de 15 homens em três viaturas estão trabalhando ininterruptamente em sistema de revezamento. No entanto, os militares enfrentam dificuldades para acessar os focos devido a topografia e a mata fechada. Máquinas disponibilizadas pela prefeitura de Aurora estão sendo utilizadas para auxiliar na abertura de estradas e aceiros. Em Juazeiro do Norte, um novo incêndio foi registrado na Serra do Horto,  na noite desta terça-feira (29). Segundo populares, o fogo começou por volta das 18 horas. No fim de semana, outro incêndio foi registrado no mesmo local. Por volta das 21h00 do sábado, o Corpo de Bombeiros informou que este foco foi controlado e que vegetação rasteira foi queimada. O combate contou com o apoio do helicóptero águia da CIOPAER. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o período entre setembro e outubro registra os picos mais elevados de focos de queimadas no estado do Ceará. Em 2019, por exemplo, já foram contabilizados 260, porém, o número não inclui os incêndios em vegetações registrados.