ENCONTRADA EMBARCAÇÃO QUE DERRUBOU ÓLEO NAS PRAIAS NORDESTINAS

A MARINHA E MINISTÉRIO DA DEFESA APONTAM QUE UMA EMBARCAÇÃO GREGA FOI A RESPONSÁVEL PELO DERRAMAMENTO DE ÓLEO NAS PRAIAS DO NORDESTE BRASILEIRO.

ENCONTRADA EMBARCAÇÃO QUE DERRUBOU ÓLEO NAS PRAIAS NORDESTINAS
Segundo a PF, o navio Bouboulina é o principal suspeito de ser o pivô do derramamento de óleo que atingiu as praias do Nordeste.

A PF (Polícia Federal) realiza uma operação em alvos ligados à empresa Lachmann Agência Marítima, na manhã da ultima sexta-feira. O navio suspeito se chama Bouboulina, pertencente à Delta Tankers LTD, cujo agente marítimo em 2019 no Brasil foi a Lachmann. A inteligência da PF concluiu que "não há indicação de outro navio, que poderia ter vazado ou despejado óleo, proveniente da Venezuela". As investigações seguem para identificar se o derramamento foi intencional ou acidental. Outra empresa, Witt O Briens, que mantém relações comerciais com a Lachmann, também é alvo da operação da PF.Informações preliminares apontam que satélites identificaram uma mancha de óleo, no dia 29 de julho, distante aproximadamente 700 km da costa do Estado da Paraíba. O cruzamento inicial dos dados indicou que 1,1 mil navios trafegaram naquela rota durante um período próximo à identificação da mancha e que por isso poderiam estar ligados ao episódio.