O CANDIDATO DA CHAPA BOA

QUALQUER COMPARAÇÃO COM A REALIDADE TERÁ SIDO MERA COINCIDÊNCIA.

O CANDIDATO DA CHAPA BOA

O burburinho na rua era grande e crescia na medida em que se aproximava das casas da estreita rua de um bairro humilde.  A criançada corria a pegar papel pra fazer a sua ilusória coleção de nomes nunca vistos...  A turba acorria ao chamado do carro de som que anunciava em decibelímetros extrapolados dizendo que: "Ele" esta chegando e que todos naquela rua receberiam sua visita, seu abraço e principalmente receberia sua a sua chapa... Uma velhinha, dona Miguelina, assistia a tudo, na sua cadeira de balanço amarelada pelo tempo, soltando aqui e acolá uma bufa nomeio das gostosas baforadas do seu velho cachimbo... O som se aproximava dos ouvidos e ela ali a curtir o seu tão próprio momento...  E avançavam todos, se aproximando cada vez mais impedindo que ela ouvisse o seu radinho de pilha que já não mais tinha volume para acompanhar aquela desesperada ladainha... Ele vem chegando!  Gritava um. É a única salvação bradava outro a todo pulmão, só ele, somente ele vai mudar a sua vida e você terá um futuro novo e seu sorriso brilhará! Venha receber a sua chapa, esta é a hora de mudar a sua vida e a vida de todos deste lugar!...  E a turba se chegava e ensurdecia a todos numa vibração quase orgástica e foi ai que "ele” se aproximou da porta da dona Miguelina e entregando-lhe um papel com sua foto lhe disse: Dona Miguelina, mas que prazer vir aqui lhe abraçar, vim aqui lhe pedir seu voto e lhe dar a minha chapa! Ao que dona Miguelina com toda sua calma e sabedoria lhe respondeu: gradicida moço, mais onte, vei outro home aqui e me deu foi uma chapa novinha, diche que era mode eu votá nele, aceitá eu aceitei agora votá eu num sei não, mais ói, eu já ganhei a chapa e num tenho cuma adevorvê, e o sinhô o que vai fazê pelos povo e pela cidade, só vai da chapa tomém? O candidato do sinhô é da chapa boa? E lhe abriu o sorriso mostrando os dentes novos enquanto que o candidato sorria amarelo sem palavras.

Autor Franciólli Luciano Jornalista reg. Nº n 0003901.