PREFEITURA DO CRATO DISCUTE IMPLEMENTAÇÃO DO SÍTIO URBANO DO GESSO

NA OPORTUNIDADE, FOI ENTREGUE UM ABAIXO-ASSINADO, ELABORADO PELO TERREIRO DO MESTRE ROXINHA, SOLICITANDO MELHORIAS PARA O LOCAL.

PREFEITURA DO CRATO DISCUTE IMPLEMENTAÇÃO DO SÍTIO URBANO DO GESSO
Reunião para implementação do sitio urbano do gesso.

O Governo Municipal do Crato, Coletivo Camaradas e ONG Nova Vida estiveram reunidos, na tarde da última sexta-feira dia 8 do mês em curso, com os moradores da comunidade do Gesso para discutir o planejamento do Sítio Urbano do Gesso, na quadra local. A Lei Municipal nº 3.612, de 27 de novembro de 2019, reconhece o Sítio Urbano do Gesso e estabelece mecanismos de apoio ao desenvolvimento do cultivo de plantas frutíferas e medicinais, que prevê o apoio técnico e de insumos por parte do Governo Municipal. O coordenador do Coletivo Camaradas, Alexandre Lucas, abriu a reunião falando da importância do projeto e do apoio das secretarias para a efetiva aplicação da lei. O secretário de Meio Ambiente, Brito Junior, destacou o compromisso da gestão em efetivar as ações com a comunidade e a importância da parceria entre as secretarias. "Implementar políticas públicas para a comunidade é uma prioridade da gestão do prefeito Zé Ailton. É importante que a comunidade cobre das gestão para que possamos atender a demanda e são esses compromissos que fazem a gente continuar trabalhando em prol da população. A quadra do Gesso é prova da transformação de melhoria social e cultural que beneficiou a população", frisa. Na oportunidade, foi entregue um abaixo-assinado, elaborado pelo terreiro do Mestre Roxinha, solicitando mais iluminação, saneamento e a pavimentação da Rua Horácio Jacome, iluminação no entorno do terreiro e colocação de ponto de energia para a realização das atividades. A reunião contou com a presença representantes das secretarias municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Desenvolvimento Agrário, Esporte, Infraestrutura, Segurança Pública, Procuradoria, Ouvidoria, Previcrato, Cultura, moradores, lideranças comunitárias, dirigentes de organizações da sociedade civil, representantes de coletivos, ONGs, escolas, times de futebol que atuam no território criativo do Gesso, além dos vereadores Amadeu de Freitas e Tico da Serrinha.